De que são feitas as fraldas descartáveis?

Só nos EUA jogam-se no lixo 18 bilhões de fraldas descartáveis por ano. Uma vez usadas, cerca de 90 a 95% delas entram no ciclo de lixo caseiro e vão parar a aterros, criando de imediato um problema de saúde pública. Detritos contendo vírus de fezes humanas (incluindo vacinas vivas usadas na imunização de rotina em crianças) podem infiltrar-se na terra e poluir as reservas de água no subsolo. Além deste potencial de contaminação subterrânea, vírus transportados por moscas e outros insetos contribuem para uma situação nada saudável.
Apesar das embalagens de fraldas descartáveis recomendarem que se joguem os resíduos de cocô no vaso sanitário, tal procedimento não é prático e é, de fato, desencorajado pelo design da fralda. Por esta e outras razões é duvidoso que mais do que 10% dos pais joguem os detritos das fraldas descartáveis.

O desperdício de materiais é outra consequência do uso de fraldas descartáveis. Desde que uma fralda descartável é colocada num bebê, tem uma duração útil de poucas horas. E como não há nenhum modo de as reutilizar, só nos Estados Unidos, provoca o desperdício de 100 000 toneladas de plástico e 800 000 toneladas de polpa de árvores.
Só os 18 biliões de fraldas descartáveis vendidas por ano nos E.U.A traduzem-se em mais de 4 275 000 toneladas de fraldas descartáveis jogadas nos aterros, por ano.

De que são feitas as fraldas descartáveis?
As fraldas descartáveis têm uma camada exterior de polietileno à prova de água, uma camada interna de pasta de papel, um poliacrilato sintético (o cristal super-absorvente mencionado no “Health Issues”) e uma parte repelente de água. A maioria das fraldas tem ainda fragrâncias e perfumes.
O material utilizado para fazer o polietileno das fraldas descartáveis é o petróleo, um recurso não renovável. É necessário um copo de crude para fazer o plástico de uma fralda descartável. Durante um ano, um bebê que use apenas fraldas descartáveis, consome cerca de 130 Kg de plástico (incluindo o pacote das fraldas).
A camada interna da fralda é composta por pasta de papel e poliacrilato de sódio. São necessários 200-400 kg de pasta de papel para sustentar um bebê, em termos de fraldas, durante 1 ano. A pasta de papel é também, de forma indireta, um contaminante, pois tem de ser branqueada para ficar com o aspecto branco que vemos nas fraldas descartáveis. O branqueamento produz produtos químicos tóxicos como as dioxinas.
A produção de uma fralda descartável tem também um preço ambiental muito elevado em termos de água e energia. São necessárias quantidades maciças de água para transformar a polpa da madeira em papel para descartáveis. O Landbank Consultancy, agenciado pela Women`s Environmental Network em Londres, reprocessou os estudos de 1991 da Procter & Gamble que falsamente proclamavam que o impacto das fraldas descartáveis não era pior do que o das fraldas de pano. Eles concluiram que as fraldas descartáveis gastam 2,3 vezes mais água, consomem 3,5 vezes mais energia, utilizam 8,3 vezes mais materiais não renováveis, usam 90 vezes mais materiais renováveis e 4 a 30 vezes mais terreno para os cultivar. O Landbank Consultancy teve até em consideração que quando se utilizavam fraldas de pano, há mudanças de fralda mais frequentes – eles assinalavam um ratio de 1/1,72 para assinalar a diferença.

Referências:
http://www.ecobebes.com
http://www.crianzanatural.com/art/ixg9.html
http://www.cutofcloth.com/article_diaperdrama4.asp
http://www.dy-dee.com/html/Disposable_Myth/disposable_myth.html
http://www.dy-dee.com/html/environment.html
http://www.diaperdecisions.com/pages/whycloth.php
http://www.thenappylady.co.uk/Information/Default.asp
http://www.realnappycampaign.com/index.html

Texto adaptado para português do Brasil.

Fonte: http://www.centrovegetariano.org/Article-370-Fraldas%2Becol%25F3gicas%2Be%2Bveganas.html

Benefícios Ecológicos

50% do lixo de uma família com bebê são de fraldas descartáveis. Esse lixo, especificamente, demora em torno de 450 anos para ser absorvido pela natureza. 5.500 fraldas (número aproximado utilizado por uma criança de 0 a 2 anos e meio) gera uma tonelada de lixo que é despejada para fora de nossas casas e jogada no planeta.

Praticamente todos os produtos que compramos têm um impacto no planeta. As fraldas não são uma exceção. O importante é procurarmos informações e tomarmos uma decisão consciente, de acordo com os nossos objetivos.