Mãe do corpo: entenda o que é o fenômeno no pós-parto

Sentindo muitas contrações mesmo depois de dar a luz? Respira fundo, pois está tudo bem. Isso é normal e acontece com muitas mamães. Você provavelmente apenas recebeu a visita da mãe do corpo, já ouviu falar dela?

Hoje, preparamos um conteúdo bem completo com tudo o que você precisa saber, desde as crenças até às confirmações cientificas sobre toda essa situação,

O que é mãe do corpo? Da crença à ciência

Imagem de mãe com seu bebê

Muitas coisas acontecem ou podem acontecer depois do parto, esse momento tão único na vida das mamães, desde fazer a exterogestação até as visitas inesperadas da mãe do corpo. Essa que é muito conhecida e abordada nas regiões do norte do Brasil, tanto que foi nomeada dessa forma na Amazônia.

A mãe do corpo é um fenômeno que acontece com algumas pessoas depois do parto, causando desconforto e movimentações dentro da barriga, como sentir algo se mexendo e causando um certo desconforto.

Segundo as crenças, a mãe do corpo não consegue mais achar o filho depois do parto e começa a buscá-lo pelo seu corpo, causando as movimentações e contrações. Mesmo esse assunto sendo levado bem a sério em regiões amazônicas, muita gente pode contradizer, mas o que será que a ciência acha de tudo isso?

O que a ciência diz sobre a mãe do corpo?

Essa ‘visita’ inquieta é comprovada pela ciência, mas é explicada de um jeitinho diferente. Pensando de forma biológica, quando a mulher engravida, a barriga se expande e cria um espaço confortável para o bebê ir crescendo aos poucos e, para isso, os órgãos vão se alinhando e se ajustando onde conseguem, certo? Só que depois do parto, eles precisam voltar pro lugar e isso leva um certo tempo.

Confira também: guia do desenvolvimento do bebê mês a mês!

Quais são os sintomas da mãe do corpo?

Alguns dos sintomas já foram citados ao decorrer do texto, né? Mas ainda tem outros que você pode encontrar, por isso fizemos essa listinha completa. Confere se já teve algum:

  • Estrias pela barriga;
  • Cólicas intestinais;
  • Prisão de ventre e gases;
  • Flacidez e inchaço temporário;
  • Corrimento vaginal depois do primeiro mês do parto;
  • Menstruação (Sim! Ela pode voltar depois do sexto mês, quando acaba a ovulação);
  • Pés inchados (e às vezes até mudam de tamanho e ficar assim mesmo depois da visita passar).

Quanto tempo dura a mãe do corpo?

Imagem de mulher gravida e depois com seu bebê no colo

O tempo varia bastante de mãe para mãe, mas de forma geral, o puerpério dura em média 60 dias e nele que o útero vai aos poucos se contraindo e voltando ao seu tamanho original, então é comum ter a presença da mãe do corpo nessa época.

Mesmo assim, algumas mulheres dizem sentir essa presença um ano depois, muitas vezes isso acontece por causa do útero e das trompas que ficam um pouco maiores depois de uma gestão, ou até mesmo por ter mais espaço no abdômen do que antes, causando esse desconforto.

É legal comentar também que os sangramentos até as primeiras semanas depois do parto são normais, porque a cicatrização placentária tem um constante fluxo de líquidos e acabam sendo expelidos. Normalmente eles são bem avermelhados no começo, mas fica tranquila que eles vão clarear!

O que é bom pra mãe do corpo?

Imagem de uma barriga de mulher gravida próxima fraldas descartáveis

Tem três formas de acalmar a mãe do corpo, todas elas eram e ainda são usadas pelas parteiras, afinal toda mãe merece certo cuidado e atenção, certo? Um jeito é, logo depois do parto, pegar a placenta que saiu do seu corpo, colocar sobre a sua barriga e massagear.

Nesse ritual tem uma segunda coisa que pode ajudar, que é dizer algumas palavras de conforto para a mãe de dentro, ajudando o seu pós-parto a ser mais tranquilo. Por fim, algumas tribos indígenas ainda fazem uso de uma faixa de pano comprimindo o ventre, na intenção de deixar a mãe do corpo imobilizada e não dar espaço para ela te perturbar!

Agora, diz pra gente, conseguiu entender melhor sobre o assunto? Se ficou alguma dúvida, manda mensagem pra gente que a gente ajuda, tá bom? O que importa aqui no Blog da Dipano é trazer todas as informações mais importantes para as mamães e papais terem muito mais paz e tranquilidade durante esse momento de gravidez e criação dos pequenos. Por isso, vem dar uma conferida também no nosso conteúdo completo com o guia da introdução alimentar, como e quando fazer!

*As imagens contidas neste post são para ilustração. As mães que aparecem na publicação não têm relação com o tema.

%d blogueiros gostam disto: